Contraditório

PSD

José Campos *

Na semana passada, o PSD de Oliveira de Azeméis organizou uma tertúlia sobre urbanismo e planeamento do território. Foram várias as opiniões, ideias e contributos de especialistas nesta área tão importante para a vida coletiva de Oliveira de Azeméis.
Há constatações preocupantes. Falta uma estratégia, falta planeamento e falta uma visão integrada da parte do atual executivo. O PDM está em revisão há vários anos e o executivo confrontado com esta realidade não dá a devida importância a este instrumento de organização do território.

De forma avulsa e nada integrada, o PS prometeu o fórum municipal, prometeu uma praça maior, prometeu um parque urbano, e olha para estes investimentos de uma forma errada, desgarrada da realidade da nossa cidade, sem a necessária criação de atratividade para o nosso concelho. O parque urbano que nos custará mais de 6 milhões de euros ficará situado num espaço desapropriado para o efeito. Os milhões existem de facto e serão investidos. Mas será que serão investidos nas verdadeiras prioridades do concelho? 
A praça maior tornou-se afinal num negócio imobiliário, em que o interesse privado se vai sobrepor ao interesse público, implicando a alteração do PDM de forma a tornar possível a construção de habitações num local que se destinava à edificação de espaços públicos. O fórum municipal, de fórum apenas terá o nome. Na realidade será um espaço que albergará serviços camarários, perdendo-se a oportunidade de revitalizar o dinamismo da rua pedonal. 
A nossa estratégia local de habitação foi inicialmente tratada de forma displicente. O executivo, entretanto, acordou, mas atualmente a estratégia apresenta atrasos e falta-lhe ambição e não contempla uma visão de futuro.
A cidade não é nos dias que correm um centro atrativo, não atrai pessoas da periferia. As nossas zonas industriais são alvo de muita propaganda, da parte do atual executivo. Mas em relação a medidas concretas, não há nada. 
As vias estruturantes não são uma prioridade para o Sr. Presidente de Câmara. 
Entretanto, não são criadas condições para um crescimento da habitação disponível no nosso concelho. Faltam locais para estacionar, faltam soluções de transportes e mobilidade atrativas. Mas não faltam barreiras arquitetónicas e estradas degradadas. O resultado desta ineficiência em termos de ordenamento do território está à vista: a desertificação do nosso concelho. A propaganda do Sr. Presidente de Câmara fala num melhor concelho para viver. A realidade mostra um concelho estagnado.
* Vereador do PSD de Oliveira de Azeméis
 

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Azemad vai instalar o piso para a Final Four da Liga dos Campeões
16/04/2024
Direção da Banda de Loureiro demitiu-se
15/04/2024
Vitória esclarecedora em Valongo
14/04/2024
RC Nogueirense muito perto da subida e GD Fajões vence em Santiais
14/04/2024
PJ investiga desaparecimento de dirigente da PARC
14/04/2024
160 pessoas percorreram os trilhos do Parque Molinológico
14/04/2024
FC Pinheirense volta a vencer e já é 4º
14/04/2024
FC Macieirense venceu e AC Cucujães perdeu
14/04/2024