Em
Correio de Azeméis

1 Apr 2022

“É preciso ver os prós e os contras”

Exclusivos

Uniões de freguesias: cidadãos deram opinião

No programa da Azeméis TV/FM, ‘A sua opinião conta’, teve como tema, manter ou desagregar as freguesias de Oliveira de Azeméis. Em debate, a freguesia desta semana foi Palmaz da União das Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz. Luzia Nunes, Vítor Oliveira, José Mota, Cátia Monteiro e Almerinda Amaral expuseram as suas perspetivas sobre o assunto.

 

 

“A menos desenvolvida e a mais carenciada”
“Todos reconhecem que Palmaz será a freguesia menos desenvolvida e mais carenciada do concelho. (...) Era por si expectável como aconteceu no primeiro mandato da união, que fosse feito o esforço de forma a aproximar Palmaz das outras duas freguesias. Desta forma, poder beneficiar dessa união, o que aconteceu atualmente é extremamente o contrário. Os partidos desistiram definitivamente da união de freguesias.”
Luzia Nunes


“Eu concordo. Eu quando saí há 14 anos atrás e voltei e está exatamente igual, não tendo ninguém na assembleia que represente Palmaz piora a situação. Não temos ninguém que puxe os interesses de Palmaz e neste caso é colocado de parte. Eu sou a favor que volte a ser uma freguesia independente.”
Vitor Oliveira

“ Não sou tão radical. Acho que a união trouxe algumas coisas para Palmaz, não muito, mas algumas coisas trouxe. Mas é sempre preciso muito mais do que aquilo que é. O que eu acho que é fundamental, perdeu, na minha perspetiva três coisas: a identidade cultural, identidade social e política. (...) Se quisermos recuperar os nossos estatutos, temos de caminhar no sentido de Palmaz recuperar tudo isto, e para isso é voltar a ser uma freguesia independente.”
José Augusto

“Eu acho que a questão aqui não é perceber se somos a favor ou contra, mas sim pegar numa balança e ver os prós e os contras. Se formos analisar os contras, são três freguesias com uma área territorial enorme e é obvio que quem fica com o poder é complicado gerir tanto terreno. (...) Acho que quem fica com o poder concentra-se melhor com apenas uma freguesia. (...) O lado favor da união, se não tivéssemos a união, tínhamos feito uma casa mortuária em quatro anos, no valor de quase 150 mil euros? Provavelmente não, ou tiramos demorado cerca de 10 anos talvez. (...)”
Cátia Monteiro

“Eu já pertenci à freguesia de Palmaz, e agora pertenço à união de freguesias. Eu vejo Vilarinho de São Luís, como sendo a aldeia de mais destaque. Ou seja, não senti assim tanto a mudança. Portanto, eu concordo com a Cátia, a união faz a forçar. Acho que nós unidos, e se cada um apresentar as suas ideias, as suas opiniões, acho que isso é tudo muito importante. As pessoas hoje criticam, mas depois não trabalham quando devem trabalhar. Os locais onde ás vezes devem fazer as críticas, as pessoas não aparecem (...)”
Almerinda Amaral

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Helga Correia nomeada adjunta do da secretária de Estado da Ação Social e da Inclusão
13/04/2024
Oliveirense surpreendida na Póvoa
13/04/2024
Nuno Pires deixa a liderança do PSD em O. Azeméis
12/04/2024
Agrupamento Soares Basto caminhou pela saúde
12/04/2024
Câmara e IP chegam a "acordo de princípio" para a construção da rotunda do Largo do Cavaco
11/04/2024
Oliveirenses entre os detidos por tráfico de droga
10/04/2024
Mulher ferida em colisão entre dois carros
10/04/2024
Trânsito cortado entre o dia 22 e 24 de abril
10/04/2024