Em
Correio de Azeméis

26 Feb 2024

Lulucabit, um talento oliveirense

Destaques Concelho

Lucas faz beatbox desde os 13 anos

> Beatboxer está atualmente nas meias do Got Talent

Lucas Cristaldo, ou como é conhecido no mundo do beatbox, Lulucabit, é um oliveirense de 20 anos e está a participar no programa da RTP, Got Talent Portugal, tendo passado às meias-finais, que vão acontecer no próximo dia 24 de março. Lucas faz beatbox desde os 13 anos e veio aos estúdios da Azeméis TV/FM falar um pouco sobre esta experiência.

O gosto pelo beatbox
“O beatbox surgiu através da minha irmã. Ela não faz beatbox, mas ela na altura andava a ver uns vídeos, andava a pesquisar algumas coisas relacionadas ao beatbox e ensinou-me os três sons básicos, que é o kick, o hi-hat e o snare, que é o que se precisa para fazer uma composição mínima de beatbox. Entretanto, eu aprendi e comecei a gostar, comecei a pesquisar a fundo o que é que dava para fazer, comecei a ver vídeos de beatboxers famosos e fui explorando, até que do nada, fiquei bom e comecei a ganhar ainda mais paixão.”

Reação dos pais
“Eles ficaram um pouco receosos, porque uma coisa é eu falar para a minha mãe que eu quero ser sei lá, um psicólogo. Já há um caminho, há escolas. Agora, o beatbox, não existe profissão de beatbox. Ou seja, é um processo que demora muito mais, é um processo longo. E como é algo incerto, é normal que os meus pais tenham ficado um pouco receosos quanto a isso. Mas, mesmo receosos, eles apoiam-me e estão a dar todo o apoio que eu preciso.”

A participação no Got Talent
“O sentimento foi algo muito bom, fiquei extremamente feliz. Na minha primeira atuação fiz um clássico meu, uma rotina minha e os feedbacks foram muito positivos. Na fase seguinte, já era uma fase muito mais séria, onde o clima estava muito mais pesado, e eu fiquei feliz, porque mesmo com tantos talentos eu consegui passar. O meu principal objetivo com isso do beatbox, não é tanto por mim, porque o beatbox é muito mais do que aquilo que as pessoas conhecem. As pessoas conhecem mais o beatbox old school, que acaba por ser mais a produção de sons mais básicos, não tão musicais. Agora o beatbox está muito mais desenvolvido. É possível criar composições extremamente complexas e é um pouco mais deste beatbox, da nova geração, que eu quero mostrar a Portugal.”

A ideia de participar
“Eu sou artista de rua também, costumo atuar nas ruas do Porto. E adoro aproveitar todas as oportunidades que me surgem. Vi que o Got Talent estava a começar, e eu decidi: quero sair da minha zona de conforto, quero participar, e vou ver no que é que isso vai dar. E foi mais nessa tentativa de sair da minha zona de conforto e tentar ser melhor do que ontem."

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Oliveirense surpreendida na Póvoa
13/04/2024
Nuno Pires deixa a liderança do PSD em O. Azeméis
12/04/2024
Agrupamento Soares Basto caminhou pela saúde
12/04/2024
Câmara e IP chegam a "acordo de princípio" para a construção da rotunda do Largo do Cavaco
11/04/2024
Oliveirenses entre os detidos por tráfico de droga
10/04/2024
Mulher ferida em colisão entre dois carros
10/04/2024
Trânsito cortado entre o dia 22 e 24 de abril
10/04/2024
Emblemático & Original vai celebrar sete anos
10/04/2024