Politicamente (in)correto

CHEGA

Manuel Almeida *

 

No rescaldo de mais uma noite eleitoral, e depois de assistirmos a uma campanha em que todos os principais partidos tentaram isolar o CHEGA, com o fecho dos resultados todos constatamos que o CHEGA é a terceira força política nacional, contra tudo e contra todos!
Desde as últimas legislativas fomos o partido com maior crescimento alguma vez registado desde 1974.
Com estes resultados, vimos o PS obter uma maioria absoluta que, para mim, era inesperada. Assistimos ao declínio do PSD, em grande parte por culpa da falta de assertividade do seu líder. Confirmamos o que já esperávamos, a queda da CDU, com a sua representatividade reduzida para metade e iniciando o caminho para se tornar num partido com insignificância no panorama político nacional, confirmamos também o enorme trambolhão do BE, que viu a sua representatividade reduzida de 19 para 5 míseros deputados, perdendo os dois representantes que tinham sido eleitos em 2019 pelo circulo de Aveiro. 
A IL está em crescimento, mas enquanto não se decidir se é carne ou se é peixe, não vai muito mais longe disto, e num futuro próximo dificilmente ultrapassará a barreira dos 10 deputados.
O PAN, com os resultados obtidos, iniciou o caminho rumo ao desaparecimento do parlamento português, ficando apenas e só com um deputado.
O Livre, com as promessas de subsídio de desemprego para quem se despeça, lá conseguiu eleger um deputado…
Em relação ao CDS não há muito a dizer… Com o rumo que este partido tem vindo a seguir desde a liderança de Assunção Cristas, já outra coisa não se esperava. Um partido fundado por Freitas do Amaral e Adelino Amaro da Costa, entre outros, que nas legislativas de 2011 conseguiu eleger 24 deputados, é hoje um partido sem qualquer representação no nosso parlamento. Francisco Rodrigues dos Santos deu a machadada final neste partido, transformando-o na última legislatura num partido de direita mariquinhas…
Numa nota final, aproveito para felicitar os deputados oliveirenses Bruno Aragão e Helga Correia, pelas suas reeleições e também para agradecer aos 1574 oliveirenses que confiaram o seu voto no CHEGA, confirmando-nos como terceira força política no concelho.
Oliveira de Azeméis está a acordar!
* presidente da Concelhia  do Partido CHEGA
 

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Azemad vai instalar o piso para a Final Four da Liga dos Campeões
16/04/2024
Direção da Banda de Loureiro demitiu-se
15/04/2024
Vitória esclarecedora em Valongo
14/04/2024
RC Nogueirense muito perto da subida e GD Fajões vence em Santiais
14/04/2024
PJ investiga desaparecimento de dirigente da PARC
14/04/2024
160 pessoas percorreram os trilhos do Parque Molinológico
14/04/2024
FC Pinheirense volta a vencer e já é 4º
14/04/2024
FC Macieirense venceu e AC Cucujães perdeu
14/04/2024