Em
Correio de Azeméis

14 Oct 2020

Sentido proibido gera contestação

Freguesias Nogueira do Cravo

O sentido de proibido colocado em Nogueira do Cravo entre a Feira dos 27 e a rotunda da EN 227 provocou uma onda de “contestação” de alguns cidadãos e o presidente da União das Freguesias de Nogueira do Cravo e Pindelo, Manuel Rebelo, justificou a colocação da sinalética com a construção de um passeio. À redação do Correio de Azeméis, foram enviados comentários sobre o facto do sinal de sentido proibido mostrar ser “uma alternativa mais perigosa” do que a anteriormente imposta. Contactado pelo jornal, o presidente da União das Freguesias de Nogueira do Cravo informou que, em conversa com o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Jorge, foi sugerido um estudo à rua Padre Manuel Gomes de Resende, em Nogueira do Cravo. “Essa rua terá um passeio com 1,20 metros para dar mais comodidade aos peões e para dar mais segurança à circulação de cadeiras de rodas e carros de bebés que por ali transitam”, contextualizou Manuel Rebelo. “A nossa proposta foi a colocação de um sentido único desde a Calçada dos Bocos até à entrada do Largo da Feira dos 27, sendo que as alternativas estão a ser estudadas pelos técnicos camarários para a melhoria dos acessos”, acrescentou. Numa nota final enviada à redação, o executivo e a Assembleia de Freguesia apelaram ao “bom senso de todos os que por ali circulam”.

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
Helga Correia nomeada adjunta do da secretária de Estado da Ação Social e da Inclusão
13/04/2024
Oliveirense surpreendida na Póvoa
13/04/2024
Nuno Pires deixa a liderança do PSD em O. Azeméis
12/04/2024
Agrupamento Soares Basto caminhou pela saúde
12/04/2024
Câmara e IP chegam a "acordo de princípio" para a construção da rotunda do Largo do Cavaco
11/04/2024
Oliveirenses entre os detidos por tráfico de droga
10/04/2024
Mulher ferida em colisão entre dois carros
10/04/2024
Trânsito cortado entre o dia 22 e 24 de abril
10/04/2024