Sócios aprovaram contas da Oliveirense

Desporto

O presidente Horácio Bastos lamentou a pouca afluência de sócios à assembleia da Oliveirense

> Presidente Horácio Bastos recordou que há um “desinvestimento” nas modalidades

Em assembleia geral, realizada no passado dia 24 de abril, os poucos associados presentes no Pavilhão Dr. Salvador Machado aprovaram, por maioria e com uma abstenção, o relatório de atividades e contas de 2022 da União Desportiva Oliveirense.
Numa assembleia geral com cerca de uma dúzia de associados, facto lamentado pelo presidente Horácio Bastos e por alguns sócios que usaram da palavra, as contas do clube, que registaram um resultado negativo de 256 mil euros, mais 13 mil euros que no ano de 2021, foram aprovadas por maioria. O responsável pela contabilidade da Oliveirense, Paulo Neves, esclareceu que a maior fonte de receitas advém das quotizações e da inscrição de jogadores, de subsídios, donativos e apoios da câmara municipal. Na componente das despesas, houve um aumento no valor nos fornecimentos e serviços externos de 662 mil euros para 832 mil euros. “As rúbricas com crescimento estão ligadas a deslocações, sobretudo com combustíveis, tendo em conta que o ano de 2021, ainda devido à pandemia, foi um ano mais contido em termos de deslocações”, explicou o técnico, dando conta que a maior parcela dos gastos prende-se com os gastos com o pessoal, que baixou ligeiramente de 1.511,355 mil euros para 1.458, 258.

“Desinvestimento” 
nas modalidades
Em relação ao desenvolvimento desportivo do clube, no que toca à época passada, relativamente ao futebol, onde o clube detém 30 por cento, o presidente Horácio Bastos destacou a “boa época” que culminou na subida de divisão e “neste momento estamos tranquilos na II Liga”. No que respeita ao hóquei em patins, cujo vice-presidente não esteve presente por motivos de saúde, Horácio Bastos reconheceu que, ao longo dos anos, “temos tentado construir equipas capazes de competir e lutar pelo campeonato, pelas taças, mas às vezes as coisas não correm como esperamos”. O dirigente frisou que o campeonato é o título que falta no palmarés do hóquei. “A Oliveirense ambiciona o campeonato e continuaremos a lutar para que isso aconteça”, garantiu o presidente, lembrando o “desinvestimento” que tem vindo a ser feito nas modalidades unionistas “contrariamente ao que acontece com os ditos grandes clubes que fazem um investimento enormíssimo ao nível das modalidades e nós não temos capacidade de acompanhar”. “Temos que lutar sempre com dignidade e com os pés bem assentes na terra”, defendeu Horácio Bastos.
José Bernardes, responsável pela natação na Oliveirense, referiu que a época de 2022 foi a primeira que esta secção fez completa após o Covid-19, mas com “alguns percalços” em virtude da piscina municipal ter estado encerrada para obras. “Treinámos na piscina da Cerciaz, que é pouco funda e com água muito mais quente, e isso faz toda a diferença na preparação dos atletas. Mesmo assim os resultados superaram as expectativas e tivemos um aumento de atletas”, adiantou José Bernardes.
Rui Lopes, vice-presidente do basquetebol, recordou que a direção, após tomar posse, teve um mês e meio para preparar esta temporada. Perante as “dificuldades”, o dirigente lembrou que a direção foi buscar três jovens atletas formados na casa e que “são uma referência para que todos os jovens deste clube possam olhar para a equipa sénior com a possibilidade de a poder integrar no futuro desde que tenham competência e trabalhem para lá chegar”.
No período destinado à intervenção dos sócios, Manuel Roma Resende manifestou “tristeza” pela presença de “tão poucos sócios” na assembleia da Oliveirense. Já Jorge Coelho criticou a aposta da secção de hóquei em patins de trazer para as equipas da formação jogadores de fora do concelho, o que, na opinião do sócio, se reflete na pouca afluência de adeptos aos jogos da equipa sénior.
A proposta do presidente Horácio Bastos para um voto de louvor a todas as pessoas que trabalharam no Azeméis Cup 2023 foi aprovada por unanimidade.

Partilhar nas redes sociais

Comente Aqui!









Últimas Notícias
63 bombeiros vão receber distinções honorificas
23/05/2024
"Cativar os jovens para darem continuidade ao NAC"
23/05/2024
‘Meeting' lembrou António Pinho
23/05/2024
“É legítimo sonhar este ano”
23/05/2024
UDO Cerciaz Padel com início de segunda volta triunfante
23/05/2024
João Almeida bate recorde na Meia-Maratona
23/05/2024
Cesarense organiza Troféu Carlos do Guerra
23/05/2024
37.20 acontece de 25 de maio a 21 de julho
23/05/2024